Seca intensa em 2020 não interfere na safra de soja 2020/2021

De acordo com A Companhia Nacional de Abastecimento [Conab], a média é que o país possa colher mais 133 milhões de toneladas de soja em 2021.

Os dados fazem parte das perspectivas para agropecuária safra 2020/2021, que foi apresentado em uma live, que contou com a presença de Tereza Cristina, ministra da Agricultura.

“Se o Brasil realmente conseguir colher tudo isso,  se manterá com certeza, como o maior produtor mundial do grão”, afirma Tereza Cristina.

Apesar do longo período de seca em vários estados do país em 2020, as produções não foram afetadas, pois com a chegada das chuvas os produtores correram atrás do tempo perdido, investindo muito em suas terras, com adubos e fertilizantes para conseguirem ter uma safra produtiva.

Como uma das poucas áreas que não foi muito afetada pela pandemia, o setor continua auxiliando a economia do país, que continua como um dos principais no ranking de produções tendo como entre 1975 e 2015, a taxa média de crescimento da produtividade agropecuária.

Tendo em vista que no Brasil foi de 3,58% ao ano. Na década de 2000, a média foi de 4,08% ao ano. Um grande ganho não só para produtores, mas para o país.

 

Fonte: Companhia Nacional de Abastecimento

Imagem: Pinterest

Related

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *