Raça Girolando comemora 25 anos

O agronegócio está diretamente ligado a tecnologia e inovação garantindo mais qualidade na produção de leite, ovos,  carnes e alimentos em geral. Partindo do pressuposto aprimorar a qualidade e aumentar a quantidade na produção, fizeram o cruzamento entre o gado da raça gir, rústica e de origem indiana, com a holandesa, maior produtora mundial de leite, o resultado do cruzamento é a brasileira Girolando. O resultado foi tão satisfatório que no dia 01 de fevereiro a raça comemorou 25 anos, e o fato é motivo de festa, principalmente para os brasileiros que criam a espécie, visto que o gado se adapta muito bem aos climas dos diferentes estados, em consequência disso é a maior produtora de leite no Brasil, sendo responsável por produzir 80% de todo o leite do país.

Contexto histórico da raça Girolando

Relatos apontam que a raça surgiu entre as década de 1940 e 1950, no Vale do Paraiba, estado de São Paulo, quando um touro da raça Gir invadiu uma propriedade vizinha e fertilizou algumas vacas holandesas. Quando os animais frutos do cruzamento nasceram os pecuaristas notaram que eram diferentes dos tradicionais, mas as características  positivas eram melhores que as das crias de mesma espécie. A precocidade, rusticidade, facilidade de se adequar a qualquer clima e a facilidade em produzir leite faz da raça um verdadeiro achado, que conseguiu reunir as melhores características das duas raças em um único tipo de animal.

Características das fêmeas Girolandos 

Produtoras de leite com excelência, tamanho de tetas ideal, fatores intrínsecos a lactação, pigmentação, pés fortes, capacidade termorreguladora, conversão alimentar e eficiência reprodutiva sendo uma atrativo econômico satisfatório.

Características dos machos Girolandos

Grande capacidade de se adaptar aproveitando pastagens grosseiras, organismo resistente a doenças e parasitas e facilidade em ganhar peso. Alguns machos são destinados exclusivamente para a fertilização das fêmeas, devido ao valor enérgico, garantindo que a raça continue reproduzindo e rendendo bons lucros.

A produção de leite começa geralmente aos trinta e seis meses de idade, quando a fêmea dá a primeira cria, outro característica que contribui muito economicamente é que o pico de produção de leite chega até aos 10 anos, e produz bem até aos 15 anos de idade.

 

Registros e expectativas para a produção de leite pela Girolando

Segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira dos dos Criadores de Girolandos, os registros efetuados em 2020 foram de 90.541 controles/ registros contra 81.412 controles/ registros em 2019, números animadores e os mais altas em cinco anos. Mesmo com valores promissores a classe produtora, otimiza alcançar resultados ainda melhores e a meta para este ano de 2020 é superar a marca dos 2 milhões de controles/ registros genealógicos de animais. Registros ainda mostram que desde o ano 2000,  houve aumento de 53% na produção individual de leite por vaca, saindo de 3.695kg subindo para 5.671kg em 2019.

Texto: Maria Laura.

Fontes: Globo Rural e AgroEitorial.

Imagem: Canal Rural.

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.