Prazo para a adesão das instituições públicas ao Sisu

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um divisor de águas para aqueles que querem ingressar em uma faculdade pública. Motivado pela pandemia a realização das provas do Enem  2020 demoraram um pouco mais que o esperado para serem aplicadas, mas o Ministério da Educação (MEC) afirma que os alunos não serão prejudicados. A nota do Enem pode ser usada em três programas governamentais, são eles: Programa Universidade para Todos(Prouni), que oferece bolsas de estudo em instituições privadas, o Fundo de Financiamento Estudantil(Fies) que facilita o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior e o Sisu, que é o programa de acesso para vagas nas universidades públicas do país.

Como funciona o Sisu e vagas para o  programa

As vagas para inscriçoes no Sisu são abertas semestralmente( duas vezes ao ano) por um sistema informatizado, e para participar da seleção é preciso ter tido um bom desempenho nas provas do Enem e não ter zerado a redação.

Inicio da adesão das instituições públicas de ensino superior 

A adesão das instituições de ensino tiveram inicio ontem (8) e se estendem até sexta- feira(12), prazo para as mesmas se organizarem para o primeiro processo seletivo de 2021 do Sistema de Seleção unificada ( Sisu). A seleção dos candidatos as vagas são feitas através das notas obtidas pelos vestibulandos na realização do Enem, referente á edição de 2020. O Ministério  ainda informou ” Após a divulgação do resultado do Enem 2020, o Ministério da Educação ( MEC) publicará o edital com o prazo de inscrições e demais procedimentos para o primeiro processo seletivo do Sisu deste ano”. Depois da adesão as instituições terão o prazo de 17 a 23 de fevereiro para retificar, se for o caso, as informações constantes nos documentos de adesão, que deverão ser encaminhados ao MEC.

Texto: Maria Laura

Fonte: Agência Brasil.

Imagem: Sisu.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.