Maior Sex Shop do Estado para por conta de COVID-19

Inspire-se Sex Shop considerado um dos maiores do estado com atualmente 16 funcionários passou pelo processo que foi implantado pelo Prefeito Paulo do Vale desde do inicio da pandemia.

A secretária de saúde junto a vigilância sanitária vai em empresas que trata diretamente ao público acima de 15 funcionário para fazer os teste de COVID-19 nos funcionários inteiramente gratuito.

Dessa fez foi um sex shop, apesar de ser um estabelecimento bem discreto a empresa conta atualmente com 16 funcionários registrado mais 3 terceiros, sendo 19 pessoas atuando com clientes.

Durante o teste em massa 4 funcionários foi confirmado positivo para o vírus, sendo assim já ficaram em isolamento social imediatamente, demais deu negativo no teste.

A empresa estava com álcool gel disponíveis para todos, além de mascaras descartáveis para entregador, porém de acordo com o próprio dono, realiza em média de 50 entregas por dia via motoboy, além de coleta a cada 2 dias por transportadora.

A Vigilância sanitária não aplicou nenhum multa, apenas suspendeu as atividades da empresa por apenas dois dias 15/10 e 16/10 para que empresa, realizasse higienização geral no local, instalasse mais 3 pontos para funcionários e clientes pois o local é um sobrado de grande porte.

Essa medida sempre é aplicada em locais que testa positivo, como correu no Banco Santander e Bradesco da cidade.

Entramos em contato com proprietário da empresa Wallis Justino que já participou de live conosco, o mesmo estava em viagem e mandou um áudio, vamos passar alguns pontos abaixo:

Wallis Justino disse:
“Foi informado que foram fazer os teste, nada de assustar ninguém, procedimento padrão da prefeitura, mudamos recentemente e não colocamos os dosadores ainda de álcool, porém já vamos instalar”

Perguntamos se vai atrapalhar nas vendas, o mesmo disse:

“Não muito, podemos vender atendendo pelo WhatsApp na cidade, vamos levar pouco de produto para casa, porém coletas dos Correios e Transportadora, foram agendado todos para segunda, então clientes vai ter atraso nada grande”

Perguntamos se acha injusto pois bares e restaurantes alto fluxo, estão apenas com álcool gel na entrada, ele mandou áudio grande pegaremos apenas parte:

“Essas empresas não registram funcionários, maioria diária, pelo que o contador falou, eles pega para visitar empresas que realmente tem a quantidade no registrada… complicado mesmo, pois um bar tem apenas o dono e 5 a 6 garçons na diária, uma loja de roupa tem poucos apenas para repor, isso chamo modelo de negócio… atualmente vendemos 80% tudo pela internet, precisamos de funcionários para atender em diversos canais além de estarmos crescendo… não é injustiça, isso mostra que somos grandes”

Agrademos a ele pelos retornos via whatsapp, e como falou, essa pausa e procedimento normal para todas as empresas, esse trabalho é feito em conjunto onde a vigilância disponibiliza gel e profissional para fazer no local sem custo.

Fica um alerta que o COVID-19 ainda está matando pessoas, e devemos continuar com todo cuidado.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.