Ferrugem da soja: categorias e manejo

Antes de mais nada, a vilã na cultura de soja é a ferrugem. Sendo responsabilizada por grandes percas do produto ao longo da historia. A ferrugem tem duas categorias: a ferrugem asiática causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi e a ferrugem americana causada por Phakopsora meibomiae, sendo esta sem importância econômica.

 

 

A ferrugem asiática foi encontrada pela primeira vez no Japão em 1903, já no Brasil a doença foi relatada pela primeira vez na safra 2000/2001 e a cada ano que se passa a presença da doença cresce mais em todo país, levando em conta o clima e temperaturas favoráveis de cada região. Contudo, a doença preocupa produtores, pois em alguns casos a perca de produto pode ser grande, mas isso é defino pelo tempo de que a doença começa até o momento em que ela será tratada.

Segundo o Consórcio Antiferrugem, na cultura de soja a principal enfermidade é a ferrugem. As estratégias de manejo da doença são: o vazio sanitário, a utilização de cultivares precoces e a semeadura no início da época recomendada, o uso de cultivares com genes de resistência, e o uso de fungicidas.

 

 

  • Como identificar a doença

O fungo dessa doença se desenvolve em lavouras com mais disponibilidade de água. Além disso ambientes com umidade e temperaturas entre 15° e 28°C favorecem a infecção do fungo. Ao se manifestar na soja a ferrugem asiática tem coloração mais clara. Na fase inicial, ela se caracteriza por pequenos pontos, com coloração mais escura que o tecido sadio, de coloração esverdeada a cinza-esverdeada.

  • Maneiras preventivas

    O cuidado do produtor é essencial. A monitoração da lavoura para uma identificação mais rápida da doença e consequentemente um tratamento mais acelerado pode evitar percas grandes de produto. Além dos cuidados com a plantação de soja da lavoura, o produtor rural deve se atentar também às tigueras, consideradas importantes hospedeiras para a doença, podendo servir de fonte de inóculo para novos plantios.

    Sendo assim de suma importância o cuidado com a produção. Pois além de mover a economia do país também tem diversos destinos envolvendo vários produtos. Conheça esses destinos nesse post:

A produção de soja e seus diversos destinos.

Fontes: Embrapa.br
Agrolink.com
Portalsyngenta.com
Imagem: Pinterest

Related

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *