Desenvolvimento de energia em meio ao Agronegócio

Destaque em geração de energia solar, a Empresa de Pesquisa Energética [EPE] projeta prevê mais de 1 milhão de usuários de sistemas de geração distribuída de energia no Brasil em dez anos. Grande parte disso no agronegócio.
Com a grande demanda de energia, o setor agro se vê com uma grande chance de alavancar a distribuição de energias sustentáveis com o crescimento sistemas de geração distribuída para produtores rurais, principalmente com a instalação de painéis fotovoltaicos.

  • Como funciona os painéis fotovoltaicos

Painéis solares fotovoltaicos são dispositivos utilizados para converter a energia da luz do Sol em energia elétrica…
O painel solar (placa solar fotovoltaica) é o equipamento essencial para se gerar energia fotovoltaica. Ele é composto por células fotovoltaicas fabricadas a partir de materiais semicondutores, como o silício, que, ao absorverem a luz do sol, geram energia elétrica pelo efeito fotovoltaico. A geração de corrente elétrica pelos painéis solares ocorre quando os fótons (partículas de luz solar) colidem com os átomos do material do painel solar. Assim, provocando assim o deslocamento dos elétrons e este fluxo de elétrons cria uma corrente elétrica, ou o que nós chamamos de Energia Solar Fotovoltaica.

  • Biogás e biometano

A geração de biogás também é outra forte tendência do país pelo setor agropecuário (resíduos agrícolas e pecuária confinada), o que inclui tanto as palhas e pontas, quanto a vinhaça e a torta de filtro, que são resíduos do processo de produção de etanol e açúcar, utilizados para fertilizar os canaviais, bem como esterco (humano e de animais].
De acordo com a EPE, a produção e uso do biogás pode servir para aumentar a oferta de gás natural, bem como para diminuir sua pegada de carbono, já que é considerado um produto renovável.
Além disso, gerar a própria energia é uma ótima alternativa para zonas rurais em que há muita instabilidade na rede de distribuição de energia. Chegando em alguns lugares mais remotos quedas de energia de longos períodos chegando até 4 dias sem energia.

Alguns exemplos de fazendas que aderiram a energia solar:


Uma fazenda autossuficiente em energia no município de Catalão (GO) que, com a implementação de seis usinas, cada uma com potência de 50 kWp, vai gerar uma economia de energia no período de 25 anos de R$ 3.742.500. E a outra é uma fazenda na cidade de Rio Verde (GO), conta com a instalação de três usinas com potência de 277,95 kWp. Que vai permitir uma economia cerca de R$ 3.907.500 em 25 anos.
E segundo a ABSOLAR, o segmento Agro é responsável por 8,7% dos investimentos no setor.
Tendo o conhecimento da importância da produção de energia sustentável. Que além de ser uma boa alternativa para o meio ambiente. Também é para os produtores de grandes fazendas que buscam economia e eficiência em sua respectivas fazendas.
Outro fator que ajuda nesse processo é os módulos fotovoltaicos on grid, que têm menor custo de implementação, quando comparados ao off grid. Este sistema
 on grid é conectado à rede elétrica e, no caso de excedente de produção de energia, o excesso é direcionado para a distribuidora, gerando créditos para a unidade produtora. 

Para mais informações, disponibilizamos o link para um documentário sobre geração de energia. 

Geração de Energia

 

Fontes: .portalsolar.com.br / alemdaenergia.com.br 

Imagens: Pinterest 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.