COLUNA pet

<< Voltar...

Tartarectomia e sua importância na saúde do seu PET

A formação de tártaros nos dentes de cães e gatos é uma ocorrência normal. O animal contém em sua boca uma fl ora bacteriana, essas bactérias se aderem ao dente, formando a placa bacteriana que aos poucos mineraliza-se, formando as placas de tártaro. Alguns animais apresentam mais ou menos tártaros dependendo de sua idade, dieta e principalmente de sua resposta imunológica. O tártaro dentário causa um processo infl amatório periodontal (periodontite) que leva ao aparecimento de mau hálito, que normalmente será a queixa principal do proprietário; gengivites; retração gengival; exposição das raízes dos dentes e que se não tratados provocarão o amolecimento e perda dentária, além de alterações em outros órgãos como rins, fígado e coração. Na gengivite há comprometimento somente das gengivas que se tornam avermelhadas e inchadas e podem sangrar ao toque. Este estágio é reversível e se o animal fi zer uma limpeza de tártaro, seus dentes fi carão limpos e a gengiva retornará ao normal. Já quando começam a aparecer infecções gengivais com formação de pus, desmineralização do osso que sustenta o dente ( a raiz do dente fi ca aparente) e retração ou crescimento desordenado da gengiva (hiperplasia gengival), está caracterizada a periodontite. Este estágio é irreversível e mesmo após o tratamento o animal fi cará com as raízes dos dentes expostas e com a gengiva retraída. O sinal mais comum da periodontite é o mau hálito. A fermentação causada pelas bactérias pode juntamente ou não com a presença de pus causar um odor muito forte e desagradável que será logo notado pelo proprietário. Dependendo do estágio da doença, o animal poderá estar sentindo dor e com isso poderá deixar de se alimentar, brincar, roer seus ossos e fi car tristonho em um canto da casa. O que poucas pessoas sabem é que o maior perigo das periodontopatias não é a perda dos dentes ou o desenvolvimento de infecções locais. As bactérias que se encontram na boca do animal não fi cam só por lá. Estas caem na corrente sanguínea e através dela são levadas para todos os órgãos do animal. Os órgãos mais afetados são: coração, rins, fígado e também as articulações. Consulte seu veterinário e procure saber se seu cão ou gato de estimação precisa ser submetido a uma tartarectomia. Garantindo uma higiene dentária adequada, você estará proporcionado uma vida mais longa e saudável para o seu animalzinho.

Bodas de Ouro: José & Zilda

ED:11/09/2017

EDIÇÕES ANTERIORES

FALE CONOSCO

Deixe sua mensagem para nossa equipe
Teremos o prazer de responde-lo




RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES EM SEU E-MAIL

Fique por dentro de tudo que publicamos em nossa revista,
eventos, fotos, acontecimentos e muito mais

Parceiros

Revista Society © 2015 - Desenvolvido por Oficina Web